Notícias

O Repórter 96 conversa com Jornalista da TV Cultura

30/08/2017 - Zuleide D´Angelo – Ascom REDESAT

Quem já viu ou ouviu dizer como eram produzidos os efeitos especiais na televisão e na rádio antes do advento das tecnologias, por exemplo: os ruídos da chuva e do raio; e quem gostaria de ouvir pessoalmente um testemunho sobre a liberdade de expressão no período da ditadura militar no Brasil?  Pois é, hoje à noite, às 19 horas, tem palestra sobre estes assuntos na UFT, no novo complexo Laboratorial do curso de Jornalismo, que acontece dentro do I Fórum de Integração do curso.

O palestrante é o experiente jornalista José Maria Lopes, atual coordenador do Centro de Documentação da TV Cultura de São Paulo. Ele esteve nesta manhã, 30 de agosto, no Repórter 96 e conversou com Marciley Dias e Tina Santos sobre o que vai falar na sua explanação sobre “História da Televisão Brasileira” e “Liberdade de Expressão”.

José Maria abordará a forma artesanal como se fazia televisão nas décadas de 1950 e 1960 e sobre o que era permitido mostrar nos meios de comunicação durante o período ditatorial (1960 - 1980). Ele viveu de perto como radialista, produtor, editor, montador, projetista, restaurador de filmes; e ainda, testemunhou a criação e extinção da TV Tupi, passando pelas TV´s Manchete, SBT, Excelcior. Atualmente é responsável pelo acervo audiovisual da TV Cultura e cuida também das filiais. 

O I Fórum de Integração do Curso de Jornalismo da UFT encerra amanhã(31), aberto a estudantes e demais públicos interessados.

Compartilhe esta notícia